Ex-Professora investe em buffet e eventos e fatura R$ 3 mil reais mensais

24/06/2020

Maria do Socorro viaja mais de trezentos quilômetros para acompanhar as aulas do Instituto Gourmet de Porto Velho e é uma das finalistas da campanha “Meu Aluno Gourmet faz Acontecer”

A ex-professora de português, Maria do Socorro Gomes, já teve diversos empreendimentos ao longo de seus 50 anos, mas devido um problema de saúde precisou ficar em casa durante um período. Seus amigos sempre que podiam pedia para que ela cozinhasse para festas e eventos e ela assim fazia em troca de insumos apenas.

Até um dia, um amigo a convidou para fazer o buffet de casamento dele e ela aceitou, alugou o material do buffet e fez a festa. Com a boa repercussão, ela começou a investir no próprio material aos poucos para dar início ao Buffet Socorro Faleh.

Foi assistindo um jornal local que ela descobriu o Instituto Gourmet e decidiu ligar para conhecer mais sobre a escola. “Durante essa ligação, eu descobri que a rede só atendia na capital – Porto Velho – e eu teria de viajar 354 quilômetros da minha casa, mas mesmo assim, decidir ir até a unidade e me inscrevi no curso de Cozinheiro Profissional”, comenta.

Socorro conta que ingressar no curso auxiliou a ela impulsionar o empreendimento, aperfeiçoar as técnicas, normas e procedimentos à cozinha. Hoje ela possui um lucro líquido mensal de aproximadamente R$ 3 mil.

A história de superação da cozinheira ganhou destaque no concurso “Meu Aluno Gourmet Faz Acontecer” promovido pela franqueadora, onde todas as unidades da rede enviaram histórias de seus alunos para concorrer a prêmios. Socorro é uma das três finalistas e o prêmio varia de R$ 2 mil reais a R$ 5 mil, dólmã e consultoria especializada para o primeiro lugar, já os instrutores podem levar prêmios de R$500 reais a R$2 mil.

Socorro conta que não imaginava que o projeto tomaria uma proporção tão grande em sua vida. “Isso permitiu que meu empreendimento crescesse e tornasse mais valorizado. Houve o aumento da produção e reconhecimento profissional. Sinto-me com a sensação de gratidão por chegar até aqui. Diante das lutas e da distância persisti naquilo que tanto almejo e agora estou tento o retorno gratificante por tudo que sonhei”, afirma.

Para chegar até as três finalistas a rede recebeu mais de 800 mil votos. A votação para decidir o vencedor será aberta ao público no dia 25 de junho e estará disponível no portal da rede. Robson Fejoli, sócio diretor da rede, conta que essa campanha está sendo um sucesso incrível. “Queremos incentivar nossos alunos a empreender durante essa crise, nosso ensino é focado nessa vertente então criamos essa campanha para estimular esse lado empreendedor de cada um”, finaliza.

O Instituto Gourmet foi fundado em 2014 por Lucilaine Lima e Robson Fejoli, em 2015 com a entrada do sócio Glaucio Athayde, formataram e testaram o modelo de negócio para o franchising. A expansão da rede começou 2017 e desde então segue em constante crescimento e, só no ano passado, o Instituto Gourmet comercializou 88 unidades e obteve um faturamento de R$ 45 milhões. Com a sociedade com o Grupo SMZTO, a meta da rede é comercializar 100 unidades e atingir o faturamento de R$ 70 milhões de reais, além de
lançamentos de novos cursos.