NOTÍCIAS

Instituto Gourmet cresce 40% na pandemia e projeta faturamento de mais de R$ 100 milhões para 2021
Compartilhe Compartilhe no Linkedin Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp
Publicação

 

Alcançando números positivos já no primeiro ano de franqueamento, com a comercialização de 35 unidades, o Instituto Gourmet demonstrou desde o princípio que a dedicação pelo crescimento da marca era uma das bases do empreendimento.

Em 2020, esse esforço ficou mais claro do que nunca quando a empresa, em plena pandemia, divulgou um crescimento de 40% em relação a 2019 e um faturamento de R$ 62 milhões. Além disso, seguindo essa linha otimista, o Instituto Gourmet projeta um faturamento de mais de R$ 100 milhões para 2021.

Segundo o sócio Robson Fejoli contou em entrevista exclusiva à Forbes Brasil, essa meta visa um cenário de retomada de expansão da empresa após alguns meses de paralisação durante a pandemia. “No primeiro momento, tivemos uma estagnação na captação de novos franqueados. Para que isso não nos impactasse tanto, nosso plano foi atender rapidamente os alunos em uma plataforma online, que batizamos de ‘Conexão Gourmet’. Investimos às pressas em um treinamento para nos adaptarmos à nova realidade”, explica o empresário, contente com o resultado positivo da ação. “Não tivemos nenhuma franquia fechada.”

Mesmo com um sistema híbrido, o principal foco da companhia para o próximo ano é expandir como franquia. “Temos pouco mais de 60 unidades com plano de abertura para 2021. Trinta e cinco delas já estão em obra e até o meio do ano já começam a operar”, conta Athayde. Na sua visão de investidor, o “timing” ideal para a expansão da marca em cada local do país é um dos pontos principais para o sucesso da empresa.

Fonte: Forbes 

x